sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Quem é que manda?


Numa relação, quem comanda?
Está-se sempre a ouvir aquela expressão “ela é o homem da relação”, mas afinal o que é que isto quer dizer?

Não existe “homem” da relação. Não há aquela pessoa que comanda a relação afinal se a relação é dos sois têm de ser os dois a “comandar”, a tomar decisões, e por mais pequenas e simples que sejam as decisões que têm de tomar deve-se ser sempre tomada em conjunto para depois não existirem aquelas brigas do género “tu é que decides sempre tudo” “eu nunca tenho voto na matéria”, a verdade é que nem homens nem mulheres gostam de parceiros demasiados controladores, por isso quando se estabelece numa relação uma pessoa que gosta de tomar todas a decisões sozinha, acaba sempre em confusão. Por isso as vezes em vez de dizer “sexta vamos almoçar aquele restaurante em frente á tua casa” diga antes “quando é que podes ir almoçar comigo?” pois pequenas decisões destas fazem uma pessoa sentir que não existe o “homem” da relação, que existe igualdade entre os dois isto pode parecer que não mas evita muitos desentendimentos.

 

 

 

O poder das mulheres

O poder e os direitos das mulheres têm vindo a progredir, afinal, desde sempre que as mulheres são tratadas de forma inferior comparado aos homens, á muitos anos até tratadas como escravas dos próprios maridos.

Mas a geração passada (literalmente) ainda têm aquele pensamento antiquado de que eles são “o homem da casa” e a mulher é inferior,  como se existisse algum tipo de anarquia dentro de casa e o homem estivesse no topo (como é obvio). Isto, porque  antes muitas mulheres não trabalhavam sendo dependentes dos homens, mas agora isso já não é assim.

Felizmente o pensamento dos homens tem vindo a evoluir mas ainda não está totalmente desenvolvido. O que prova isto são, como por exemplo, as noticias que vemos nos jornais  sobre os salários das mulheres serem mais baixos do que os dos homens em certos países. Mas felizmente estes casos são cada vezes menos, o status da mulher em termos de direitos e em termos políticos esta bastante melhorado. Mas será que em termos sociais também teve assim tantos progressos?

Muitos homens podem já não tem um pensamento totalmente antiquado, mas se ainda acharem que existe anarquia numa relação isso vai complica-la, pois atualmente, mais do que nunca as mulheres impõem-se perante os homens devido á sua independência.
 
O papel da mulher sem duvida que mudou, agora a mulher é independente, dona do seu nariz e não necessita de um homem para viver, ate mesmo para ser feliz. 
O seu papel mudou, em termos de salários, em termos políticos, como também no seu papel numa relação, a mulher já não é submissa ao homem, ela é independente e cada vez controla mais a relação, controla o homem.
"Uma vez ouvi um homem a dizer que o sonho de uma mulher é encontrar o amor da sua vida, mentira! o sonho de qualquer mulher é comer sem engordar!" Isto é um exemplo que mostra que os homens têm perdido importância na vida das mulheres, agora a mulher já não tem o homem como prioridade na sua vida.